Barman ou Bartender (traduzido do inglês: homem do bar ou garçom do bar) e Barmaid (traduzido do inglês: garçonete do bar), é o profissional do ramo da coquetelaria, que trabalha em estabelecimentos comerciais servindo coquetéis (misturados com bebidas alcoólicas ou não) aos clientes, mais frequentemente em bares.

Não há registros da origem desta função, mas sabe-se que é uma profissão muito antiga e que remonte ao tempo das tavernas. Em 1951, na Inglaterra foi criada a Associação Internacional de Garçons (do inglês, International Bartenders Association (IBA), que estabelece normas de conduta à categoria e, oficializa bebidas alcoólicas em todo o mundo.

Historia

Na década de 1930, a população norte-americana sofria os efeitos da crise econômica de 1929 dentre eles, o desemprego. Com a auto-estima afetada, a população abusava de medicamentos e do álcool, o que elevou a taxa de suicídios e trouxe sérios problemas à saúde pública. Com isso, o governo norte-americano implantou uma medida protetiva intitulada “Lei Seca” que proibia o comércio e o consumo de qualquer bebida alcoólica no país.

Contudo, o consumo de álcool não cessou, crescendo o negócio das bebidas ilegais, que teve domínio da Máfia. Esta contrabandeava e comercializava a mercadoria ilegal, utilizando-se de sua imponência social, poder de fogo, privilégios políticos e de corrupção policial.

Na época, os bares ilegais eram montados em porões e barrados por portas de aço, sendo conhecidos como “speakeasy” (traduzido do inglês: falem baixo), onde a bebida era vendida livremente. Um homem de confiança da Máfia era o homem do bar, responsável pelas bebidas e pelo sigilo e segurança econômica do local.

No quesito de segurança organizacional, o barman precisava ser dissimulado, elegante e discreto, além de precisar de raciocínio rápido e criatividade. Pois durante as batidas policiais para averiguação dos porões, o barman antecipando-se à chegada dos oficiais, adicionando uma porção de suco de laranja aos copos de vodka camuflando as bebidas. Além de salvar o estabelecimento, também dava origem ao ramo da coquetelaria, onde o barman transformou-se em um alquimista moderno.

Tipos

Barman clássico
O estilo clássico conhece as características das bebidas: origem, composição, efeitos no organismo e, potencial gastronômico, sabe preparar as diversas receitas de coquetéis e também criar novas.[4] São geralmente profissionais com mais tempo no segmento e lideram a equipe operacional do bar. Trabalham em trajes sociais, e freqüentemente falam vários idiomas, o que os favorece em uma carreira internacional, por também se adequarem aos formatos de restaurantes de alta gastronomia, hotéis internacionais, pubs, e navios de cruzeiro.

Barman freestyle ou Bartender
O barman freestyle geralmente tem um perfil jovem, vestem-se de forma despojada, a se identificar com o público alvo do estabelecimento,[4] com uso bandanas, penteados exóticos e aventais ornamentados. Possuem habilidades diversas que agregam valor à função, como mágica, pirofagia e malabarismo com garrafas (flair).[4] Seu conhecimento sobre coquetelaria é básico e suficiente voltado ao público jovem, servindo as em copos luminosos e multicoloridos.atua em eventos de longa duração ou os que se estendem pelas madrugadas.

Torneios anuais ao redor do mundo premiam os melhores desempenhos.

Categorias: Blog